terça-feira, junho 21, 2005

Vasco de Lima Couto


Fotografia de Vasco de Lima Couto, declamando.
Esta fotografia foi tirada em Estremoz, por ocasião do descerramento da placa que homenageia o Poeta Sebastião da Gama, colocada na casa que lhe serviu de morada (Largo do Espírito Santo) quando foi para aquela vila exercer a profissão de Professor.
Vasco de Lima Couto foi amigo e colega de Faculdade de Sebastião da Gama.
Além de Vasco de Lima Couto (em primeiro plano), podemos ainda destacar a presença do pai do Poeta Sebastião da Gama, o sr. Sebastião Leal da Gama Júnior (segundo da direita) e do sr. Eurico Lisboa, Professor do Conservatório (segundo da esquerda, ao lado da Senhora).
A fotografia está numerada no reverso com o nº 2107, da "Foto-Carvalho" - Estremoz.
Agradeco a gentil cedência e permissão de publicação da fotografia à familia do Poeta Sebastião da Gama.

4 comentários:

Anónimo disse...

Meu deus!? será que só há poetas gays ou enfatuados, ou as duas coisas juntas!? Agora que faleceu a Safo do Bolhão podiam suicidar-se também uma série de pedantes publicados pela Quasi...

Anónimo disse...

Comentário Bizarro e nada a propósito. Embora concorde com o que diz sobre os poetas da Quasi (alguns... muitos).

António disse...

Caro Daniel, parabéns pelo blogue. O apreço pela memória é uma virtude. Gosto da Rattazzi. Conheces "Lisboa nos anos 1821, 1822 e 1823" de Marianne Baillie?
Abraço.

nina disse...

obrigado pela visita no meu blogue

e parabens para o teu blogue que é muito interessante
deixo-te um beijinho e votos d'um bom fim de semana