sexta-feira, maio 23, 2008

Tosca com Elisabete Matos - Teatro Nacional de São Carlos


Na quarta-feira passada fui assistir, no Teatro Nacional de São Carlos, a mais uma representação de Tosca, de Puccini.

A casa estava cheia para receber a soprano Portuguesa Elisabete Matos. E não desiludiu.

Elisabete Matos, em Tosca, é figura forte em palco e com uma voz que facilmente encanta, juntando a esta uma preocupação interpretativa da personagem.

O restante elenco era composto por:

Cavaradossi - Evan Bowers

Scarpia - Vladimir Vaneev

Angelotti - Mário Redondo

Sacristão - Luís Rodrigues

Spoletta - Carlos Guilherme

Sciarrone - João Merino

Carcereiro - João Oliveira

Maus eram os cenários e os figurinos, de Anthony Ward. Pouca preocupação estética numa misturada de estilos sem sentido.

Mas no final, as excelentes interpretações de Elisabete Matos e Vladimir Vaneev abafaram ou desculparam tudo o resto, em que os constantes bravos e a ausência de pateada coroaram a noite.

Para o futuro, o desejo de ter Elisabete Matos novamente em palcos portugueses, de preferência com uma roupita melhor e um cenário a condizer.

2 comentários:

Anónimo disse...

Também estive ontem no São Carlos, e tenho uma opinião muito parecida.Elisabete magnifica, ontem o Scarpia era um fantástico cantor que alternou com Vladimir Vaneev.Um figurão!

Os cenários tristes pouco imaginativos, o guarda roupa pobre, salvou-me o dia ela a TOSCA, num bravo contínuo...

pedro disse...

Se ambos tivessem sido tão bom, até poderiam estar despidos que não se iriam sequer lembrar