domingo, maio 22, 2005

Planta o teu velho num jardim - Alexandre O'Neill - Jornal "A Capital"


Alexandre O'Neill - Clique na Imagem
para a ampliar
"Velhos, reformados, desempregados, simples, desocupados, dão, lá como podem, à dobradiça e vêm ajudar a fazer de Lisboa um jardim, como pede, tão oportunamente, a Câmara, a quem gira só ou acompanhado. A ajuda que pessoalmente dou a esse iniciativa, enquanto não entro, também eu, a "fazer jardim", é levar o meu pai, todas as tardes, ao que fica mais perto de casa. A minha mulher, a Hortência, vai, depois, buscá-lo. O que acontece é que, às vezes, se esquece dele. Trazido por alguém, o velho chega, já frio, ao nosso lar e tristemente desabafa:
- No tempo em que a Câmara pedia que puséssemos sardinheiras à janela era melhor. Não tínhamos de sair de casa... É um ingrato, para não dizer é um munícipe dos reles!"
Texto de Alexandre O'Neill com fotografia de Alberto Peixoto, in: "Fotos de "A Capital" - Texto de Alexandre ='Neill - Cota Biblioteca Nacional - L 54669 V

1 comentário:

Gustavo Almeida disse...

E esta hem?

Mórbido e cinicamente hilariante. Penoso para as gerações mais idosas.

O que será que nos espera daqui a 50/60 anos? Ainda serão jardins?